Histórico

Compartilhe

Dom Bosco foi o precursor da obra salesiana. Em 5 de junho de 1841, foi ordenado Sacerdote e principiou logo a dar provas do seu zelo apostólico, cuidando e amparando os jovens.

Em 1846 estabeleceu-se definitivamente em Valdocco, bairro de Turim, onde fundou o Oratório de São Francisco de Sales. Ao Oratório juntou uma escola profissional, depois um ginásio, um internato etc. Em 1855 deu o nome de Salesianos aos seus colaboradores. Em 1859 fundou com os seus jovens salesianos a Sociedade ou Congregação Salesiana.

Conforme BRAIDO, Pietro, “Após as primeiras experiências catequéticas e oratorianas, Dom Bosco tornava-se, na vida e na história, não só padre em atividade pastoral, pregador e confessor, mas ao mesmo tempo, educador e agente social em favor da juventude e do povo. Seguia-se daí o insone ativismo assistencial, realizado segundo o sistema preventivo renovado.”

Dom Bosco deixou como herança aos salesianos o Sistema Preventivo, um método educativo que se baseia inteiramente na razão, na religião e na bondade. Pode-se dizer que este método é o Evangelho vivido na alegria e no serviço. Os educadores devem estar sempre fraternalmente presentes no meio dos jovens, em seus grupos e atividades.

Ao longo do tempo, o carisma e o sistema preventivo de Dom Bosco, permanecem como referência para as ações nas escolas, considerando que “O que somos é presente de Deus; no que nos transformamos é o nosso presente a Ele".

Assim, o educador salesiano é identificado pelo entusiasmo e pela presença no cotidiano do aluno. Conhecendo como é importante o desenvolvimento dos valores por meio da vivência e da reflexão, apresenta-se para o educando como referência na construção de uma vida digna e honrada. Esses são os valores primordiais que marcam a trajetória evolutiva dos salesianos, criando as condições para a superação dos grandes desafios de hoje.

Competência no jeito de educar, e valorização dos jovens num ambiente de convivência saudável e afetivo são valores que identificam os salesianos, desde remota origem. Para Dom Bosco o trabalho é preventivo para instruir, para ajudar o jovem a melhorar sua autoestima, seu autoconceito, sua autoconfiança.

Educar evangelizando e evangelizar educando

Conforme define o Reitor – Mor (Roma, abril, 2010), “A escola salesiana é uma presença cristã significativa no mundo da educação e da cultura; ajuda os jovens a se prepararem com dignidade para a vida e contribui para formar a mentalidade e transformar a sociedade segundo os valores humanos e cristãos; por isso é fundamental para a evangelização.”

O cerne da missão educativa salesiana junto aos jovens vem de Dom Bosco, que foi inventivo e inovador na sua prática educativa, coerente aos valores cristãos e aos apelos da sociedade de seu tempo. Seguindo os passos do fundador, nossa missão tem contribuído com a educação e a evangelização de crianças e jovens, para que sejam “bons cristãos e honestos cidadãos”. O conhecimento e a vivência do método educativo salesiano torna o ambiente da escola um espaço privilegiado e fecundo à educação e à evangelização de nossos alunos.

A tarefa do educador salesiano consiste no despertar e na interação de nossos alunos com os desafios a ele apresentados pela escola e o seu meio, tendo em vista a construção de seu projeto de vida, que propicia a sua formação integral de forma objetiva, ampla e desafiadora.

Daí a compreensão mais ampla e significativa de nossa presença educativa e evangelizadora no ambiente da escola. Todo salesiano ou colaborador é um educador, da mesma forma que é um evangelizador.

Nosso Projeto Político Pastoral Pedagógico é, realmente, uma escola em pastoral, cujo desempenho é despertar no aluno o cultivo dos valores que o humanizam e apontam para o transcendente, de acordo com o projeto vivenciado por Jesus, proposto pelos evangelhos, que é referência à vida cristã.

A nossa crença se fundamenta na forma de educar de Dom Bosco, que foi um autêntico cristão e educador para o seu tempo. Seu método reflete uma visão de futuro, que ultrapassa o seu e o nosso tempo. Os valores que incutia nos seus alunos são perenes. Com Dom Bosco afirmamos a nossa crença. Cremos:

  • Na Igreja, pois Deus nos chama a sermos sinais e portadores do seu amor aos jovens, especialmente aos mais pobres. Todo jovem tem potencialidades para o bem.
  • No jovem que é protagonista de sua formação e de sua história.
  • Que o Sistema Preventivo de Dom Bosco é método e espiritualidade. O Salesiano evangeliza educando e educa evangelizando.
  • Na Escola como ambiente de educação integral, humana e cristã; que a função da escola é educar e não somente instruir.
  • Que a Comunidade Educativa é pré-requisito para se atingirem os resultados desejados do Sistema Salesiano de Educação em Escola.
  • Que Deus nos convida a expressar a nossa relação com Ele através de momentos celebrativos.

Razão:

O educando deve sempre perceber as motivações da ação educativa. Educa-se por meio da participação, da co-responsabilidade, do espírito salesiano e do diálogo. A clareza de conteúdos, a ousadia ante aos desafios, a compreensão dos limites de cada aluno e o respeito ao seu histórico de vida nos dão a razão de nossa caminhada educativa.

Religião:

A educação salesiana fundamenta-se no Evangelho. A boa nova de Jesus foi a grande inspiração de Dom Bosco, pois ultrapassou os limites do tempo e chegou até nós, mais atual do que nunca, para ser o norte de nosso trabalho com os jovens.

Amor e volezza:

Dom Bosco dizia que toda criança ou jovem, por mais difícil que seja, tem dentro de si uma corda que pode emitir uma linda nota, quando tocada. É por aí que começa o nosso trabalho. Quando acreditamos que há algo de bom naquela criança ou jovem que acolhemos, podemos juntar todas as cordas e formar uma excelente orquestra. Quando o educador acolhe, escuta, compreende e valoriza a criança ou o jovem, contribui para a manifestação da bondade, da alegria, da fraternidade e para o clima de família. Acolher o educando com espírito evangélico é tornar o ambiente da escola um verdadeiro laboratório, cuja experiência cultivada é o amor.